Menu
Página Principal            
Classificados Eróticos 
Acompanhantes            
Faça seu cadastro        
Alterar Anúncio           
Coloque seu Anúncio  
Por que anunciar???    
Dicas e matérias       
Minha Conta    
Tire suas dúvidas          
Contatos                         
Sites Parceiros              
Sites Pornográficos      
 
 






 

Matérias e Dicas de Sexo

 

Mitos do sexo

 

Confira as principais mentiras a respeito da sexualidade masculina e feminina!

Os mitos são criados para expressar o modo de pensar de uma parte da sociedade e são repassados por gerações seguintes. O perigo é que esse mitos às vezes atrapalham e provocam traumas e problemas sexuais que não permitem que as pessoas tenham uma vida sexual saudável e sem sofrimentos.

 

Veja abaixo os principais desses mitos

As mulheres são naturalmente menos sexuadas do que o homem.
ERRADO. A sexualidade é igual no homem e na mulher.

A masturbação excessiva leva o homem à impotência e a mulher à anorgasmia (ela não chega ao orgasmo)
ERRADO. Não tem nada a ver uma coisa com a outra

A mulher grávida não pode ter relações sexuais, pois pode perder ou machucar a criança
ERRADO. Durante uma relação sexual normal, não violenta, o pênis não penetra dentro do útero e não fere o feto

O tamanho dos pés, nariz ou das mãos indica o tamanho dos genitais
ERRADO. Não há nenhuma correlação entre as citadas partes do corpo

A esterilização (vasectomia ou a laqueadura), em ambos os sexos, diminui o desejo
ERRADO. Os dois procedimentos cirúrgicos só impedem a gravidez e não alteram nada na sexualidade masculina e feminina

A mulher histerectomizada (que retira o útero), ao alcançar a menopausa, deixa de ter orgasmos.
ERRADO. A retirada do útero só impede que a mulher engravide, mas as suas respostas sexuais permanecem inalteradas

O tamanho do pênis, do clitóris ou das mamas é indicativo de maior ou menor capacidade sexual ou de maior prazer
ERRADO. A capacidade sexual depende do amadurecimento sexual de cada um e o prazer depende do envolvimento, do tesão e da entrega dos parceiros no jogo sexual

O número excessivo de masturbações quando adolescente faz com a potência sexual caia quando adulto
ERRADO. O excesso pode levar a um desgaste físico que atrapalha outras atividades normais nesta faixa de idade, como a escola e atividades esportivas

A masturbação faz crescer pelos nas mãos e provoca espinhas
ERRADO. A masturbação é um ato normal e não provoca doenças

As Doenças Sexualmente Transmissíveis podem ser pegas em sanitários públicos ou sem higiene adequada.
ERRADO. Os organismos que causam tais doenças não sobrevivem nestes locais. Assim, não podem ser transmitidas por este meio

Um pênis grande é importante para a gratificação sexual da mulher
ERRADO. O tamanho do pênis nada tem a ver com maior ou menor prazer sexual, tanto no homem como na mulher

O homem deve sempre tomar a iniciativa da relação sexual
ERRADO. A mulher tem os mesmos direitos e deveres sexuais no relacionamento sexual. A mulher pode ousar e ajudar muito no sexo, excitando o parceiro e melhorando sua resposta sexual

Se o homem não ejacula com freqüência, o esperma sobe para a cabeça e o deixa louco
ERRADO. Se o homem não ejacular por algum tempo, o organismo renova os espermatozóides e elimina os mais velhos, mantendo sempre um número estável localizado nos testículos

A partir dos 60 anos o homem não tem direito ao sexo
ERRADO. O homem e a mulher não têm limite de idade para praticar a sexualidade. Devem se adaptar sexualmente por causa das mudanças no corpo, mas pode ter sexo sadio, prazeroso e constante

 

 

voltar

 

 

© 2014 Rede do Sexo